sábado, 15 de novembro de 2008

KIT DE SOBREVIVÊNCIA PARA O FINAL DOS TEMPOS

Inegável a velocidade com que as coisas mudam no momento presente; essa realidade todas as pessoas percebem tenham muita ou pouca amplitude de consciência. O objetivo desta conversa é fornecer dicas para as pessoas ainda adormecidas; mas com possibilidades de despertar – as normais – quanto ao que é possível fazer para continuar em corpo físico, manter a integridade mental e psicológica; claro que algumas que fazem parte de nosso convívio não despertarão a tempo; isso, não deve nos afligir; pois não é problema nosso; até por que quando nossa consciência começa a dar sinais de abertura, descobrimos que a morte não existe e que tudo continua; claro que, em lugares diferentes e de formas diferenciadas; daí tudo a seu tempo, respeitemos o livre arbítrio do próximo tanto quanto Deus respeita o nosso.
Na qualidade de médico educador em saúde selecionei alguns sintomas e sinais físicos que observo em meus pacientes e, que generalizei, para oferecer aos leitores as mesmas dicas, além da ajuda dos tratamentos a que estejam submetidos, talvez as informações que passaremos sejam úteis.
Caso o leitor apresente ao menos 3 sinais dos que iremos relatar: alerta; se 5 ou mais: perigo; acima de 7: peça ajuda.
Sinais: Perda de memória; dificuldade de atenção; impaciência; agressividade cada vez mais difícil de controlar; cansaço inexplicável; peso nas pernas; sono difícil e interrompido; dores pelo corpo; artrite; artrose; doenças auto – imunes; gastrite; esofagite; refluxo; sinusite; rinite; alergias; ansiedade fora de controle; apetite compulsivo; anorexia; desejo de sair correndo ou de sumir; desalento e falta de esperança; constipação intestinal; aftas; diarréias; perda de libido; crises de urticária; infecções de repetição, diabetes; dança da pressão; obesidade; etc.
No kit primário recomendamos:
Fugir de conhecimentos inúteis para o momento presente. Exemplo, sob ameaça de uma enchente os alicerces de sua casa são mal feitos; esqueça a reforma do jardim de inverno. Transferindo para o lado pessoal: cuidado com informações de ordem científica e religiosa; pratique o que já está cansado de saber. Conhecimento é como comida; por mais deliciosa e nutritiva que seja; o excesso pode adoecer e até matar.
Praticar meditação. Saber meditar não serve para nada, se não for aplicado. Meditar 1 hora ao dia é tão inútil quanto correr 10 km aos fins de semana; pratique a meditação de 10 a 20 vezes ao dia. Claro que cada um deve seguir seus métodos. Exemplo, leio de 20 a 30 vezes ao dia mensagens rápidas como as do livro: Mensagens de Sabedoria do Pastorino publicado pela Ed. Vozes; para minha formatação pessoal ajuda, para cada um dos leitores, basta procurar um sedativo para a inquietude da mente exposta a tantas solicitações.
Observar a respiração. O estilo de vida atual inverteu a respiração; hoje respiramos com o tórax e de forma superficial; quando a correta é a abdominal e profunda. A pressa e a ansiedade é a matéria prima; a respiração correta é a arma mais eficaz para diminuir a ação da ansiedade. Dica: uma imagem do dia a dia sempre me chamou a atenção; a jogadora de basquete Hortência antes de executar um arremesso livre dava quatro ou cinco respiradas corretas e, cesta..., criei um link para uso pessoal; quando sinto que a ansiedade está atrapalhando a respiração chamo a Hortência.... E, pratico quatro ou cinco respirações seguidas, é tiro e queda: meus dois neurônios o tico e o teco passam a se entender melhor – nada mágico; obs. Embora eu nunca tenha visto; mas, acho que até a Hortência errou vários lances livres.
Atividade física. Essa recomendação é simples e não requer muitos comentários: quem não fizer vai morrer. Experimente dar um chega prá lá na preguiça e pratique; caso não sinta uma mudança considerável pode me cobrar. Se já está cheio de dores e de atrites e artroses não espere ficar melhor com os tratamentos, faça assim mesmo.
Cuidados com a dieta. Coma o mínimo possível. Peça ajuda ao seu corpo para que sua pobre mente possa pensar e escolher melhor.
Cansei. Todas as dicas são bem vindas..

Continua.

Até.

2 comentários:

Márcia Cristina disse...

Você não dorme mais?
5h30 da madruga já estava escrevendo...
Pergunta: o correto é inspirar pelas narinas e expirar pela boca, ou podemos inspirar e expirar pelas narinas?

Márcia

Tales disse...

Dr. Americo,

Li um artigo seu no site "O Jornal dos Espíritos", intitulado "FINAL dos tempos é agora", e me veio à mente uma observação feita em outro artigo que li recentemente: se todos os habitantes do planeta conseguissem consumir o que, em média, cada norte-americano consome, seriam necessárias 5 Terras para sustentar nossas "necessidades".

Abraços,
Tales.

Livros Publicados

Livros Publicados
Não ensine a criança a adoecer

Pequenos descuidos, grandes problemas

Pequenos descuidos, grandes problemas

Quem ama cuida

Quem ama cuida

Chegando à casa espírita

Chegando à casa espírita

Saúde ou doença, a escolha é sua

Saúde ou doença, a escolha é sua

A reforma íntima começa no berço

A reforma íntima começa no berço

Educar para um mundo novo

Educar para um mundo novo